O grupo interinstitucional NEVE tem como principal objetivo o estudo e a divulgação da História e cultura da Escandinávia Medieval, em especial da Era Viking, por meio de reuniões, organização de eventos, publicações e divulgações em periódicos e internet. Conta com a colaboração de professores, pós-graduandos e graduandos de diversas universidades brasileiras, além de colaboradores estrangeiros. Filiado à ABHR (Associação Brasileira de História das Religiões). Registrado no CNPQ. Contato: neveufpb@yahoo.com.br

sábado, 16 de julho de 2016

GT: MITOS E POLITEÍSMOS DA EUROPA ANTIGA E MEDIEVAL, UFSC




LOCAL, HORÁRIO E COMUNICAÇÕES DO GT 39: MITOS E POLITEÍSMOS DA EUROPA ANTIGA E MEDIEVAL
II SIMPÓSIO INTERNACIONAL/XV NACIONAL DA ABHR
 
26, 27 e 28 de julho, Sala 243 do CCE, UFSC
Horário: 09h30 às 12h30


Coordenação
Prof. Dr. Johnni Langer (UFPB/NEVE/ABHR/VIVARIUM)
Mestra Luciana de Campos (PPGL-UFPB/NEVE/ABHR)
Comentários
PhD João Lupi, UFSC


COMUNICAÇÕES:
Dia 26/07/16
- Hibridismo cultural no arenito de Kilpeck: relações entre a cultura celta e cristã na iconografia da Igreja de St. David e St. Mary, século XII.
Amanda Basilio Santos

- A Concepção Escatológica na Religiosidade Nórdica Pré-Cristã e Cristã do Século X: Um
Estudo Comparativo.
Angela Albuquerque de Oliveira

- Pensamento religioso e produção de sentido no século XVI.
Bruna Corrêa Assis

- O Bestiário Medieval: animais fantásticos das culturas pré-cristãs e a sua ressignificação no Ocidente Latino.
Bruno Ercole

- As raízes do imaginário: o Diabo na sociedade católica européia no século XV.
Crislayne Fátima dos Anjos


Dia 27/07/16
- O Simbolismo da Lança na Religiosidade Viking.
Flávio Guadagnucci Palamin

- O “Paradigma de Yates”: o desenvolvimento da esoterologia segundo Wouter J. Hanegraaff.
Humberto Miranda de Campos

- Alimentação e comensalidade em “O Banquete de Trimalchião”: a reverência aos deuses, aos mitos e à arte culinária.
Isabella Magalhães Callia

- Thor, Perkunos e Horagales: comparando as deidades européias do trovão.
Johnni Langer

- Da terra nascem as deusas: breve análise dos mitos de deusas europeias da fertilidade.
Luciana de Campos


Dia 28/07/16
- O mundo nilótico celebra Bastet: uma festa para sua deusa.
Maura Regina Petruski

- A figura do ferreiro nos mitos nórdicos.
Munir Lutfe Ayoub

- Representações da Caçada Selvagem na Mitologia Escandinava: considerações
metodológicas.
Pablo Gomes de Miranda

- Entre nornas e valquírias: O simbolismo do cisne na Religiosidade Nórdica Pré-Cristã.
Ricardo Wagner Menezes de Oliveira



Resumo: O GT tem como principal objetivo o estudo e a discussão das religiosidades europeias
de base politeísta, tanto na Antiguidade quanto na Idade Média. O GT contemplará pesquisas
sobre mitos, ritos e crenças dos povos germano-escandinavos (nórdicos), celtas, eslavos,
bálticos e greco-romanos. Também serão aceitas propostas que vislumbrem os símbolos,
folclores ou reminiscências politeístas na mitologia cristã e no imaginário medieval (dentro do
modelo instaurado por Jacques Le Goff e Hilário Franco Júnior). Apesar de serem tradições
culturais extremamente importantes para se entender o dinamismo da religiosidade do
Ocidente medieval e moderno, elas ainda são pouco estudadas em nosso país, o que justifica
a realização deste GT. As contribuições podem abarcar temáticas de teoria do mito, História
Cultural das Religiões, Arqueologia das Religiões e imaginário social. As fontes e temas podem
envolver cultura material, literatura, crônicas históricas e abordagens comparativas.

terça-feira, 12 de julho de 2016

NEVE EM MESA REDONDA NA UFSC

O NEVE participará de mesa redonda durante o evento da ABHR, em Florianópolis:

MR 8 – História das Religiões e Religiosidades:
perspectivas plurais, 26 de julho, às 14h, no Templo Ecumênico, UFSC.
Coordenação: Prof. Dr. Leandro Faria de Souza, PUC/SP
 
Resumo da mesa: Os estudos das diversas manifestações religiosas nas áreas que compõem as ciências sociais vêm, ao longo das décadas, transformando o entendimento de como essas    manifestações
influenciaram e ainda influenciam o Brasil. Os estudos sobre temas ligados às religiões
crescem nas diversas áreas, notadamente na área de História. A proposta dessa MR é
apresentar diferentes perspectivas analíticas dentro do âmbito da História das Religiões.

Participantes da mesa:
1. Profa. Dra. Gabriela Scartascini Spadaro - América Latina, território Guadalupe. Um olhar sobre a transição para o século XXI
 
2. Profa. Dra. Gizele Zanotto - “Guiados pela fé em São Miguel”: uma imagem, uma romaria, um patrimônio
 
3. Prof. Dr. Johnni Langer (NEVE) - O comparativismo na História das religiões nórdicas
 
4. Profa. Dra. Maria Cristina Pompa - História das Religiões e Antropologia: a contribuição da Escola Histórico-Religiosa italiana


Resumo: O comparativismo na História das religiões nórdicas
Desde o início das investigações envolvendo as religiosidade nórdicas,
ainda durante o século XIX, o método comparado foi um dos
instrumentos mais utilizados. Com a chegada do novo século, vários
historiadores das religiões continuaram a utilizar o método comparado,
aplicado com perspectivas fenomenológicas para entender
especialmente a mitologia nórdica, como Eliade, Jung, Campbell, entre outros. A partir dos
anos 1970, essa metodologia foi duramente criticada, especialmente por estudiosos
envolvidos com a perspectiva culturalista e pela história cultural. A área escandinava era
entendida dentro de suas próprias problemáticas e especificidades temporais e geográficas.
Mais recentemente, o método comparado voltou a ser utilizado, em novos parâmetros. Nosso
intento é realizar uma discussão historiográfica deste método na História das Religiões,
especialmente dentro dos estudos comparativos entre a área nórdica e a circumpolar/báltica.

domingo, 3 de julho de 2016

RESENHA DO LIVRO O ÚLTIMO REINO DE BERNARD CORNWELL


Resenha historiográfica do livro "O último Reino", primeiro volume da série Crônicas Saxônicas, de Bernard Cornwell, publicado na revista História, Imagem e Narrativas n. 4, 2007.

Disponível aqui: clique.






sexta-feira, 1 de julho de 2016

ETNOBOTÂNICA MEDIEVAL (INCLUINDO ERA VIKING): ENTREVISTA COM LUCIANA DE CAMPOS



ETNOBOTÂNICA MEDIEVAL (INCLUINDO ESCANDINÁVIA DA ERA VIKING): ENTREVISTA COM LUCIANA DE CAMPOS, 
realizada pelo projeto de Etnobotânica do curso de Ciências Biológicas da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP de Ribeirão Preto/SP.
Para acessar a entrevista: clique aqui.